sábado, 11 de outubro de 2014

S.A.N.G.U.E

- Com aquela dor forte no peito..com aquela vontade de ficar se questionando porque ninguém gosta de mim? eu sempre me pergunto..vocês que fizeram isso comigo brincaram comigo e eu fui o burro de acreditar numa baiana,que supostamente tava me traindo,todos nós do blog nunca beijamos a boca de nenhuma menina..é somos virgens..nunca transamos com nenhuma menina de nossa rua,somos tímidos e somos depressivos,sempre vai existir um preconceito...né..quem namoraria a gente?a autoestima não existe perante a nós,recebemos típicos elogios falsos por exemplo: ''você é inteligente jovem e bonito'' , ''Você pode ter tudo eu confio no seu potencial''.
- Vocês não sabem como é não se sentir feliz,com dor,ficar se cortando,ver o seu lado negro sofrer...a sua luz escurecer e do nada..seu mundo de rosas,luxuria cai..você se questiona pelo o que eu fiz? mas eu não fiz nada,eu simplesmente era orgulhoso. Você simplesmente cai..ninguém vai te estender a mão,quando te estenderem pode ter certeza que vai ser por falsidade,vão fazer o que fizeram comigo me trair me ferir mais me rebaixando mais no meu mundo o abismo sem fim.
-Pra que ficar chorando..? por se sentir só meu irmão? pelo menos você não é como os outros homens que dizem ser leais a tudo.. desde de 2007 eu venho me fodendo perdendo a Fé em viver,você não tem a mínima mais em viver,completamente sozinho nesse mundo de bosta,rua de bosta,vizinhos falsos,isso é o lugar que você tanto prometeu viver...?querendo ou não sempre vai ser assim quanto mais você se livrar vai aparecer mais - foi isso que aconteceu comigo,fui enganado,e estou sendo e sei como é...é uma puta dor que fode com a alma e suga toda as esperanças..de viver e querer tudo.
A DOR aumenta..cada vez mais que você se fode,você pensa que sempre vai ser assim [ e vai ser assim sempre vai ser ] pessoas falsas,tudo até namoradas,coleguinhas da porra que for...
BY:
NERO
Azazel
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.